Arquivo da categoria ‘União da Ilha do Governador’

A União da Ilha do Governador anunciou, no último domingo (16/10), a composição vencedora para o carnaval de 2012. A decisão foi divulgada no clube Portuguesa e contou com público entusiasmado, que transformou o início da semana em um prelúdio dos dias de folia. O enredo foi inspiração do Prefeito Eduardo Paes, que desfilou na bateria da escola, da Portela e da Grande Rio, as maiores prejudicadas no incêndio que atingiu a Cidade do Samba, na Gamboa, um mês antes do desfile de 2011.

Por conta das obras de expansão e revitalização da quadra, a escolha do samba foi transferida para o Clube Portuguesa.

O carnavalesco Alex de Souza segue a frente da agremiação e promete repetir o feito desse ano, quando a academia conquistou o prêmio de melhor escola na 40ª edição do Estandarte de Ouro em um desfile de garra e superação. O tema “De Londres ao Rio… Era uma vez uma Ilha” tem como premissa antecipar as Olimpíadas de 2012, que serão realizadas na capital da Inglaterra. Aproveitando o ensejo, procura trazer para os limites tupiniquins a grande competição. Como menciona o samba, “botar molho inglês na feijoada, misturar chá com cachaça e batucar o samba com Rock’n Roll” são ingredientes necessários para incendiar a Sapucaí.

O público entusiasmado transformou o início da semana em uma prévia dos dias de folia.

A letra é oriunda da junção de 2 arranjos dos 4 finalistas, e como menciona os frequentadores do local, mais uma vez a União da Ilha aposta em um “time de futebol” para a consagração na avenida. Ney Filardi, presidente da escola, aproveita a ocasião e completa: “Todas as composições finalistas eram de ótima qualidade, por isso optamos pela junção das 2 obras”. A Ilha será a segunda escola a desfilar na segunda-feira de carnaval, dia 20 de fevereiro, e conta com a participação da modelo Bruna Bruno a frente da bateria 40ºcomandada pelo Mestre Riquinho.

* A segunda fotografia do post foi cedida gentilmente por Adriano Caldas, amigo e entusiasta do Blog do Insulano.

Anúncios

“É hoje o dia da alegria, e a tristeza nem pode pensar em chegar!”… É com esses versos que o Blog do Insulano apresenta um dos grandes orgulhos dos moradores da Ilha do Governador: a pequena notável União da Ilha! Pequena em sua simplicidade, porém, grande em seu carisma, com a perene capacidade de fazer o máximo com o mínimo! É  foi da reunião de 3 boêmios insulanos no carnaval do Rio Antigo que surgiu a principal agremiação da Ilha do Governador. No início, sem pretensões, com o intuito puro e simples de divertir… Em alguns anos, com um ousado registro na Associação das Escolas de Samba do Estado da Guanabara, a União da Ilha parte rumo ao sucesso, com enredos inesquecíveis e com o carisma peculiar. Dentre os sucessos, “É hoje o dia”, “O amanhã” (O que será o amanhã? Responda quem puder…) e Festa Profana (Eu vou tomar um porre de felicidade, vou sacudir…).

O brasão da escola recepciona os insulanos na entrada da quadra, na Estrada do Galeão.

Mas nem só de flores vive a escola. No início dos anos 2000, passou por sua pior fase, amargando péssimos colocações nos desfiles do Grupo Especial, o que acabou culminando em seu rebaixamento para o Grupo de Acesso em 2001. Foi somente em 2008, quase uma década após seu rebaixamento, que a escola reeditou o enredo “É hoje o dia” e sagrou-se como a vencedora do Grupo A, tendo a possibilidade de retornar para a elite do samba carioca. De lá pra cá, a União da Ilha permanece no Grupo Especial. Em 2011, a escola enfrentou a pior tragédia de sua trajetória: um incêndio na Cidade do Samba, algumas semanas antes do desfile, destruiu seu barracão, os carros alegóricos concluídos e as fantasias de quase toda escola. Juntamente com a Portela e a Grande Rio, recebeu da LIESA a imunidade de não concorrer ao título. Portanto, sem a possibilidade de ser rebaixada.

A escola está sendo reformanda e terá sua capacidade aumentada de 6 mil para 9 mil frequentadores. Prazo da obra já expirou.

E foi da fonte de extrema tradição que a União da Ilha bebeu, tendo como “madrinha” a Portela, agremiação de Madureira, a qual possui como marca registrada a águia. Por isso, a União da Ilha carrega em seu brasão a lira (que representa a música, o carnaval), o cavalo marinho (em referência à ilha, ao mar) e, finalmente, a magnânima águia, símbolo-mor de sua precursora! Para 2012, a Ilha vem com muitas novidades e vontade de fazer história: sua quadra (na Estrada do Cacuia) terá sua capacidade acrescida em 3 mil pessoas e o enredo, em referência às Olimpíadas de 2012, trará o tema “Era uma vez… uma Ilha”, já polemizando com a iniciativa de trazer o santo católico Saint George (padroeiro da Inglaterra) lado a lado com São Sebastião, padroeiro do Rio e da escola! E foi dada a partida, a festa vai começar!

* Todas as fotografias presentes no post são de autoria de Rafael Vieira.