Obras de revitalização no entorno da Pedra da Onça são iniciadas

Publicado: 18 de novembro de 2011 em Bananal, Factual, Poluição
Tags:, ,

Na última semana, a coluna de Ancelmo Góes afirmou que a Praia da Guanabara seria revitalizada, para alívio e alegria dos insulanos. Aproveitando a pesquisa histórica, o Blog do Insulano verificou se tal informação realmente era fato. Grata surpresa observar que muito já foi feito, e com apenas algumas iniciativas. Como exemplo, vale ressaltar o monumento ao Gato Maracajá, que já não apresenta nenhuma pichação, somente deterioração na cabeça da escultura; a areia e a beira da praia não acumulam tanto lixo e todo o asfalto do terminal rodoviário está em processo de substituição.

O calçamento do entorno já está sendo refeito, a limpeza do lugar já consegue surpreender.

E as novidades não se restringem a tais procedimentos. Segundo a página oficial do “Grupo de Amigos da Ilha” no Facebook, muito ainda está previsto antes da conclusão das obras: mesas de jogos serão instaladas no local, uma unidade da Academia da Terceira Idade funcionará nas proximidades e toda iluminação pública será reformulada. A obra conta com o apoio da Secretaria de Conservação, da Qualidade de Vida e Envelhecimento, da Rio Luz, da Supply Brasil e dos Transportes Paranapuan.

Nenhuma pichação aparente, um visual muito mais limpo, e o projeto prevê muito mais.

São essas pequenas e imprescindíveis iniciativas que incentivam e estimulam o trabalho do Blog, mostrando que o progresso é possível quando existe um mínimo de zelo e atenção. Afinal de contas, a história que se apresenta aqui somente é possível com um primeiro passo. Logo, valorizar uma herança tão rica e democrática é obrigação de todo insulano. As futuras gerações agradecem!

* Todas as fotografias presentes no post são de autoria de Rafael Vieira.

Anúncios
comentários
  1. Waldney Faustino de Melo disse:

    Boa tarde! Pesquisando sobre algumas coisas sobre a nossa amada Ilha do Governador, vi uma curiosidade que me foi passada de modo muito diferente, sobre a lenda da Onça.

    Amigos antigos de meus pais, até mesmo professores meus de história, afirmam que esta lenda que vou contar agora veio da França. Contaram-me que, na época da invesão do franceses, houve um grupo que foi parar atrás da Ilha, que hoje é a entrada…rs. Mas como estava muito a vista, eles rodearam a Ilha e foram parar no hoje bairro Bananal. E lá existia uma india que se apaixonou por um desses franceses. Viveram um tempo juntos e quando os portugueses descobriram, a situação ficara meio que insustentável. Sendo assim, os franceses estavam se preparando para ir em bora. A índia e sua onça de estimação ficaram vendo a média embarcação ir em bora, mas logo em seguida a índia sentiu uma forte saudade e pulou na água para ir atrás da embarcação. A onça, achando que ela iria voltar morreu em cima desta pedra, de fome e de sede, pois ela esperaria a sua dona chegar. Foi daí que alguns moradores, descendentes não direto de franceses, mas da mistura das raças, decidiram fazer esta onça, simbolizando a fidelidade deste animal.
    Bem, isso ouvi de pessoas na minha infância e juventude. Não é um dado concreto, como a história acima.

    Waldney Faustino de Melo – Historiador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s