Um pouco sobre a Ribeira…

Publicado: 14 de setembro de 2011 em Histórico, Notícias, Ribeira
Tags:, ,

Em um dos limites da Ilha e com um tempo extremamente instável, a Ribeira apresenta-se grandiosa e, por vezes, conformada. Por encontrar-se relativamente distante, o bairro consegue ser mais calmo e bucólico que outras regiões vizinhas. Entretanto, toda reclusão possui um preço e, nesse caso, o pouco desenvolvimento que nota-se demonstra que as grandes iniciativas não contemplam o lugar. Bom ou ruim? Tendo em vista os pacatos e despreocupados moradores da região, parece ser o suficiente o que possuem.

Contemplado por duas praias, a Ribeira encanta por sua tranquilidade...

Ainda que ausente de perspectivas, a Ribeira é um dos lugares mais valorizados da Ilha, com duas praias em sua extensão – a Praia da Ribeira e da Engenhoca – e construções históricas. A única ressalva, como sempre, são os esgotos a céu aberto (facilmente encontrados nas areias da orla) e a degradação perene das antigas construções. Ainda assim, algumas casas a beira mar, por exemplo, remetem à outra ilha, a de Paquetá, com todo o charme e elegância que lhes é peculiar!

Esgotos a céu aberto, facilmente encontrado em todas as praias da Ribeira, infelizmente...

A Igreja da Sagrada Família, majestosa no alto do Morro D’Ouro, transmite paz e tranquilidade a quem se arrisca à caminhada. Datada de 1913, a construção envia à lugares impensáveis para uma metrópole, fazendo com que os moradores sintam-se verdadeiros turistas! Lá de cima, a vista da orla e a insistente vegetação remanescente compõem um quadro de surpreendente beleza… Algumas maritacas também celebram a chegada de eventuais visitantes, devidamente saudados por seus grunhidos estridentes! Foi o único momento em que o silêncio dissipou-se…

No alto do Morro D'Ouro, a Igreja da Sagrada Família, de 1913.

Era lá que, antigamente, as barcas partiam rumo à Praça XV (atualmente a estação localiza-se no aterro do Cocotá). No local, a gastronomia seduz os frequentadores a um momento de descanso e, é claro, satisfação! Com preços acessíveis e convidativos, os restaurantes são especializados em frutos do mar, mas também é possível encontrar do tradicional rodízio de pizza ao galeto. Abrigando o terminal rodoviário do bairro (bem menos movimentado do que o Bananal, o Cacuia e a Estrada do Galeão), a Praça Iaiá Garcia – com um imenso chafariz no centro – oferece distração com vista para o mar!

No centro do bairro, a Praça Iaiá Garcia - distração, calma e diversão com vista para o mar!

* Todas as fotos presentes no post são de autoria de Rafael Vieira e foram modificadas através de programas de edição.

Anúncios
comentários
  1. Adriano Caldas disse:

    Excelente texto..parabens !!!!!

  2. Denis Alves disse:

    Gosteeei do Blog =D
    e realmente a ilha ta meio abandonada , o problema com o esgoto a céu aberto é meio preocupante .
    Parabéns pela criação do blog.

  3. Bom, Tenho uma dica, algo que eu senti falta, pelo menos no meu ver, acho que seria interessante se tivesse mais categorias, assuntos mais definidos, digamos subtópicos, por exemplo.
    Como:
    -Noticias
    —Tragédias
    —Atualidade
    —Tecnologia
    —Curiosidades
    —Esporte

    Sei lá, coisas assim… Acho que ficaria um pouco melhor, mas o blog está muito bom; e claro, quanto mais conteúdo tiver, melhor!!!

    Sucesso!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s