Histórico da Ilha do Governador

Publicado: 17 de agosto de 2011 em Histórico, Ilha do Governador, Notícias
Tags:,

Antes considerada um bairro, a Ilha do Governador possui, aproximadamente, 210 mil habitantes. Foi descoberta em 1502 e, na época, era identificada como “Ilha de Paranapuã” ou “Ilha de Maracajás”, que em tupi-guarani significa grandes felinos, então abundates na região. O nome “Ilha do Governador” surgiu em 1567, quando o então governador do Estado do Brasil, Correia de Sá, passou a ocupar a área para o cultivo de cana-de-açúcar.

Quase todos os bairros batizam as praias que os banham e, para início de conversa, uma peculiaridade: A Praia da Bica, localizada no Jardim Guanaraba, foi assim batizada porque, segunda os antigos nativos, lá havia uma fonte que servia para o banho de Dom Petro I, então o rei do Império.

A Estrada do Galeão, entrada da Ilha do Governador

 
Por estar localizada as margens da Baía de Guanabara, a Ilha possui fortes correntes de ar em todas as estações do ano e, justamente por isso, a incidência de chuvas é muito maior em comparação a outras localidades da capital do Rio de Janeiro. É amplamente arborizada e conta com área de preservação da Mata Atlântica, encontrada dentro das bases militares da Aeronáutica e da Marinha. 

Jardim Guanabara, um dos bairros mais valorizados da região

Possui em seu entorno uma forte atuação da religião católica, contando com 6 paróquias e, dentre elas, algumas tombadas pelo patrimônio nacional e histórico, como a Igreja de Nossa Senhora da ajuda (no bairro da Freguesia), que possui mais de 300 anos. Isso não significa que outras crenças não atuem na região, entretanto, estão em constante progresso e desenvolvimento.

Possui forte incidência de cultura musical, com três escolas de samba. Dentre elas, a tradicional União da Ilha que, em 2010, retornou ao grupo especial, para orgulho da população “insulana”.

Para começar, essas são as informações. Aguardem novas publicações – semanais – e auxiliem com novidades, curiosidades, peculiaridades e opiniões!

Pleno desenvolvimento, mas carregada de cultura e ricas histórias...

 * Todas as fotos presentes no post são de autoria de Rafael Vieira, e foram envelhecidas através de programas de edição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s